Despertador Songtext
von Baleia

Despertador Songtext

Cai
Cai noite sem fim, alucina
Todo sangue em mim ferve e vira e cai
Cai noite sem fim
Alucina, todo sangue em mim
Ferve e vira e cai

A janela sopra ar e arde.
Dormir é desistir - tão cedo e tarde demais.
Desmaiei num sono tão só.
Meu sono corre em contramão.

Sonhador solta o ar e pesa.
Abraça essa pedra, afunda.


O ar quer levar
Eu não quero, eu não quero
Meus pais, meu lugar
Eu não quero, eu não quero
Envelhecer
Eu não quero, eu não quero
O sol vai crescer
Eu não quero, eu não quero
O mar vai secar
Eu não quero, eu não quero
O sol, engolir
Eu não quero, eu não quero
Vi na tv
Eu não quero, eu não quero
Desaba em mim
O que eu quero, o que eu quero
Vento na mão
O que eu quero, o que eu quero
Sonho infantil
O que eu quero, o que eu quero
O céu do cerrado
O que eu quero, o que eu quero
Não quero esquecer
Eu não quero, eu não quero

Cai, cai noite sem fim
Todo sangue em mim vai
Vai, me traz lá do fundo
Queima todos os relógios do mundo quando o despertador gritar

Coragem: Tanta vida e resta, a mim, deixar.
Deixar morrer.
Solidão, mãe de todo mundo aqui, dê à luz.
Diz sim.

Songtext kommentieren

Schreibe den ersten Kommentar!

Übersetzung

Fan Werden

Fan von »Despertador« werden:
Dieser Song hat noch keine Fans.
Diese Website verwendet eigene Cookies und Cookies von Dritten um die Nutzung unseres Angebotes zu analysieren, dein Surferlebnis zu personalisieren und dir interessante Informationen zu präsentieren (Erstellung von Nutzungsprofilen). Wenn du deinen Besuch fortsetzt, stimmst du der Verwendung solcher Cookies zu. Bitte besuche unsere Cookie Bestimmungen um mehr zu erfahren, auch dazu, wie du Cookies deaktivieren und der Bildung von Nutzungsprofilen widersprechen kannst.
OK