Songtexte.com Drucklogo

Veneno Songtext
von Alceu Valença

Veneno Songtext

Aprendi com a chuva, ai, ai
Você não quis me ensinar
Fiz toalha do sol também
Você não quis me enxugar

Eu aprendi com a chuva, ai, ai
Você não quis me ensinar
E fiz toalha do sol também
Você não quis me enxugar

Eu fui jogado entre as feras
Olho por olho é a lei
Se eu fui jogado entre as feras
Olho por olho é a lei

Ói, qualquer dia, eu enfrento sua guerra
E minhas balas têm gosto de hortelã
Eu sou a terrível febre amarela
É o veneno da cobra e da maçã


Ói, qualquer dia, eu enfrento sua guerra
E minhas balas têm gosto de hortelã
Eu sou a terrível febre amarela
É o veneno da cobra e da maçã

Eu fui jogado entre as feras
Olho por olho é a lei
Se eu fui jogado entre as feras
Olho por olho é a lei

Oi, qualquer dia, eu enfrento sua guerra
E minhas balas têm gosto de hortelã
Eu sou a terrível febre amarela
É o veneno da cobra e da maçã

Eu fui jogado entre as feras
Olho por olho é a lei
Se eu fui jogado entre as feras
Olho por olho é a lei

Oi, qualquer dia, eu enfrento sua guerra
E minhas balas têm gosto de hortelã
Eu sou a terrível febre amarela
É o veneno da cobra e da maçã

Veneno da cobra e da maçã
Eu sou veneno da cobra e da maçã
Se eu sou veneno da cobra e da maçã

Songtext kommentieren

Schreibe den ersten Kommentar!

Beliebte Songtexte
von Alceu Valença

Quiz
Cro nimmt es meistens ...?

Fan Werden

Fan von »Veneno« werden:
Dieser Song hat noch keine Fans.