Songtexte.com Drucklogo

Vô lá Songtext
von Karol Conka

Vô lá Songtext

Eu vô lá, vô lá, eu vô lá

Dona maria levanta cedo de segunda a segunda
Quem pensa pequeno recebe menor
Água bate na bunda
Madruga, que Deus ajuda
O mundo é de quem faz mais
E quem faz mais sempre vence a luta
Pra trás quem quiser jaz perde a disputa
Vai lá pega o seu din sem pedir desculpa
Se ligue, se ligue no corre sem trambique
Conquiste, conquiste que eu já tô nesse pique

Eu vô lá, vô lá, eu vô lá


Quem vem lá? Quem tem
Quem dá mais? Vou lá
Vou além neném sem medo chego já
Já chegou a hora ninguém quer ficar de fora
Bora que o bonde sai às onze e eu chego na hora
Vai, vai, vem, vem o brilho é do suor meu bem
Quem trampa noite e dia só quer saber das de cem
Sem preguiça com malícia, recompensa garantida
Nego se vira nos trinta e trinca no bong, amém

Eu vô lá, vô lá, eu vô lá

Se não entendeu aperta, aperta o repeat
Podemos ser a elite
Misturando a acidez seguindo a potencia do beat
Meu corpo sem limite, pode ser que isso te irrite
Dispenso seu palpite
Vô agindo admire
Se não entendeu aperta, aperta o repeat
Podemos ser a elite
Misturando a acidez seguindo a potencia do beat
Meu corpo sem limites pode ser que isso te irrite
Dispenso seu palpite
Vô agindo, admire, só admire

Songtext kommentieren

Schreibe den ersten Kommentar!

Übersetzung

Beliebte Songtexte
von Karol Conka

Quiz
Wer besingt den „Summer of '69“?

Fan Werden

Fan von »Vô lá« werden:
Dieser Song hat noch keine Fans.
Diese Website verwendet eigene Cookies und Cookies von Dritten um die Nutzung unseres Angebotes zu analysieren, dein Surferlebnis zu personalisieren und dir interessante Informationen zu präsentieren (Erstellung von Nutzungsprofilen). Wenn du deinen Besuch fortsetzt, stimmst du der Verwendung solcher Cookies zu. Bitte besuche unsere Cookie Bestimmungen um mehr zu erfahren, auch dazu, wie du Cookies deaktivieren und der Bildung von Nutzungsprofilen widersprechen kannst.
OK