Songtexte.com Drucklogo

Apagão Songtext
von Dead Fish

Apagão Songtext

Fez-se o tumulto
E a desinformação
Daí surgiu a oportunidade
Se instala o medo
E a insensatez
Que não aflige quem tem muro e grade

Quando alguém vier bater
A sua porta a noite
E não tiver a quem recorrer
Como será?

Quando o discurso
É posto em ação
Daí talvez já seja muito tarde
No ponto cego
O grito é em vão
A vida tem suas fatalidades


Quando alguém vier bater
A sua porta a noite
E não tiver a quem recorrer
Como será?

Cegando o bairro e o estado
Cegos de cima a baixo
Incentivando a privada em detrimento de todos
Uma cagada liberal
Imediatista imoral
O fascismo informal
Noite infértil, escura, longa e fria

O grito é em vão

Os absurdos
Em meio ao apagão
A quem foi dada legitimidade?
Cegos e surdos
Em meio ao apagão
A vida tem suas fatalidades
Batendo a sua porta
Em meio a escuridão
Ninguém ouve ou vê

Songtext kommentieren

Schreibe den ersten Kommentar!

Übersetzung

Beliebte Songtexte
von Dead Fish

Fan Werden

Fan von »Apagão« werden:
Dieser Song hat noch keine Fans.
Diese Website verwendet eigene Cookies und Cookies von Dritten um die Nutzung unseres Angebotes zu analysieren, dein Surferlebnis zu personalisieren und dir interessante Informationen zu präsentieren (Erstellung von Nutzungsprofilen). Wenn du deinen Besuch fortsetzt, stimmst du der Verwendung solcher Cookies zu. Bitte besuche unsere Cookie Bestimmungen um mehr zu erfahren, auch dazu, wie du Cookies deaktivieren und der Bildung von Nutzungsprofilen widersprechen kannst.
OK