Songtexte.com Drucklogo

Fé no Afeto Songtext
von BRAZA

Fé no Afeto Songtext

Reto,
Avante com fé no afeto
Sob o sol a pino escaldante
Estando miúdo ou gigante, dia a dia ofegante
Mas vamo que

Fala,
Atabaque, tambor, não se cala
Dançando como mestre-sala
Percebe o lugar dessa fala, melhor que dar pála
E vamo que

Chora a mãe, toca o ogã
Quilombo e aldeia orando a Tupã
Falta justiça, falta feijão
E aí tudo grita e ninguém tem razão

Atividade na laje neguim,
Tô pelo bonde e o bonde por mim
Há quem ataque pra se defender
Ouvi por aí: "Não vai ter namastê"


Se chover, deixa molhar
Se ferver, deixa queimar

Eta,
Tamo vivo e não queremo trêta
Botando o peso na caneta
Fevereiro dançando "Tieta", quebrando ampulheta
Sentindo o

Baque!
Granada de amor, contra-ataque
Na Síria, Tijuca ou Iraque
Por nós sem perder o sotaque, sem dar piripaque
Por isso que

Atividade na laje neguim,
Tô pelo bonde e o bonde por mim
Há quem ataque pra se defender
Ouvi por aí: "Não vai ter namastê"

Chora a mãe, toca o ogã
Quilombo e aldeia orando a Tupã
Falta justiça, falta feijão
E aí tudo grita e ninguém tem razão


Se chover, deixa molhar
Se ferver, deixa queimar
Se chover, deixa molhar
Se ferver, deixa queimar

Songtext kommentieren

Schreibe den ersten Kommentar!

Beliebte Songtexte
von BRAZA

Fan Werden

Fan von »Fé no Afeto« werden:
Dieser Song hat noch keine Fans.