Songtexte.com Drucklogo

Inútil Paisagem (Useless Landscape) Songtext
von Antônio Carlos Jobim

Inútil Paisagem (Useless Landscape) Songtext

Mas pra quê, pra que tanto céu
Pra que tanto mar, pra quê
De que serve esta onda que quebra
E o vento da tarde, de que serve a tarde
Inútil paisagem


Pode ser, que não venhas mais
Que não voltes nunca mais
De que servem as flores que nascem
Pelo caminhos, se o meu caminho
Sozinho é nada

De que servem as flores que nascem
Pelo caminhos, se o meu caminho
Sozinho é nada, é nada, é nada

Songtext kommentieren

Schreibe den ersten Kommentar!